Friday, 30 November 2012

PORTAS ABERTAS #3 - OZZZZZ IN MARTIM MONIZ / BACK HOME

PORTAS ABERTAS #3
O REGRESSO | "If I ever go looking for my heart's desire again, I won't look any further than my own backyard"


Tuesday, 27 November 2012

PORTAS ABERTAS #2 - A VIAGEM

PORTAS ABERTAS #2
A VIAGEM | “Toto, I have the feeling we’re not in Kansas anymore.”





Estamos aqui há 7 dias.
Até agora sabemos que saiu à pressa.
Sabemos que se mostrou instável nos últimos dias antes de partir, mas a família atribuiu essa agitação à condição própria da sua idade. 
Sabemos que vivia num sítio cinzento e seco chamado Kansas - que poderia bem ser qualquer outro lugar ou país, desde que cinzento e seco.
Sabemos que esse lugar-metáfora atravessava mais um momento difícil da sua história e que grande parte da população jovem saía à pressa. 
Sabemos também que havia um cão, que possivelmente a acompanhou, e também uma tia e um tio que ficaram.
Ao fim de quatro dias de aqui estarmos, algumas de nós também partiram. 
A Estelle, no dia 19, seguiu, com a sua mala, para a estação de metro Baixa-Chiado, por volta das 11h10 da manhã. Apanhou o comboio na linha verde e trocou para a linha vermelha, na estação da Alameda. Seguiu depois até ao aeroporto.
A Paula e a Cláudia partiram ontem, dia 20, no mesmo carro, juntamente com mais algumas pessoas. Seguiram pela A1 em direcção ao norte.
Ao fim da tarde, tinha no meu telemóvel quatro chamadas não atendidas da Cláudia. Não ouvi o telemóvel tocar. 
Sabemos que, nos últimos dias, falou várias vezes de um lugar onde todos os problemas se resolveriam, um sítio para lá do arco-íris. A família, mais uma vez, atribuiu este comportamento à instabilidade do seu espírito adolescente. 
Sabemos também que começou a fumar às escondidas da tia e a desenvolver um obsessão por sapatos.
Sabemos ainda que, nos últimos dias, se registaram várias tempestades na zona costeira e que, no dia em que ela partiu, um ciclone levantou árvores, carros e casas.

Sabemos algumas coisas sobre a viagem:
1- Ela chega a Oz
2- Ela segue pela estrada de tijolos amarelos
3- Ela tem medo, sente-se perdida e quer voltar para casa
4- Ela conhece algumas pessoas no caminho
5- Ela atravessa um campo de papoilas
6- Ela chega à Cidade Esmeralda
7- Ela regressa a casa


Finally i could call it a home...




Reenacting last Scene




Tank You : Ana and  to the wonderful 3 actors that we found among the audience on the last day of open doors.

Homecinema



 

Reenacting in the streets




Landing in Munchkinland



Ciclone



Thursday, 22 November 2012

Tuesday, 20 November 2012

The ciclone is here...

DAY #6 - Munchkinland






Why did everything turned green suddently?

DAY #5 - Developing Skills for The Journey










Exiting





Calling aunt Em


No Tickets




Choosing The Red Shoes





The Ones


Tank's for the kindness

Monday, 19 November 2012

DAY  #4 - Welcome To Our/Her Home


Some of The Residents



Some of The Guests








TOTO is waching you!


DFD


Tasks for the Guests



Saturday, 17 November 2012

DAY #3 - Still Home









DAY #2 - Tracking Dorothy


Her Street


 The Boat on ice that she used to take to go to school

          
Her House with the balcony where she used to take breakfast                             


The zebra cross in front of her house


The couch where she used to read her favorite book and cry 


 Her garden where she used to hide and cry


Her Uncle riding Nini


Her last meal


Her car


Toto her dog


Toto´s couch


Peter, her closest neighbour